O Que é a ALCA?

Nos estudos de geografia, em especial na geografia política, muito se houve falar sobre a formação de alguns grupos de países que se juntam para formar blocos que têm determinados objetivos. Um deles é o chamado ALCA – que consiste em um projeto de bloco econômico de livre comércio nas Américas, cujo objetivo maior, quando estiver formado, é eliminar, paulatinamente, as barreiras alfandegárias entre os países por ele formados. No entanto, por conta das sanções impostas pelos Estados Unidos a Cuba, este país não fará parte do acordo. Desde 2005, quando aconteceu a última cúpula das Américas, o projeto de formação da Alca está parado.

 

A ideia inicialmente proposta é que a Alca seja uma dos maiores blocos econômicos do mundo. Na América do Norte, já funciona o bloco econômico NAFTA – formado pelos Estados Unidos, Canadá e México; e na América do Sul, o Mercosul – do qual faz parte Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. Em funcionamento, a Alca terá, aproximadamente um PIB de US$ 20 trilhões – considerando todos os países juntos –  e uma população de cerca de 850 milhões de habitantes.

 

No entanto, o que tem sido visto em todas as reuniões de cúpula nas quais foram discutidas as pautas para a formação e efetivação da Alca, o que se obteve foi uma grande dificuldade em sua implantação. Como são os Estados Unidos que estão na liderança da implementação da Alca, por se tratar da maior economia da América, eles estão interessados na abertura total dos mercados, porém encontram resistências de países em desenvolvimento, temerosos da implantação da Alca.

 

Este medo se deve justamente por conta de fraquezas econômicas e pouco desenvolvimento em áreas industriais desses países menos privilegiados.  Uma abertura geral poderia provocar a ruína de alguns parques industriais. Por outro lado, a posição que o Brasil tem defendido é bem clara: a ideia de uma abertura gradual e de negociações feitas em blocos é a melhor saída para todos.  Desta forma, o Brasil ganharia mais força para negociar com os Estados Unidos, e possivelmente se aliar aos mais frágeis.

 

O que muitos temem é o grande desemprego que possa surgir de tal medida. Contudo, a constituição de um bloco como o da Alca, é praticamente inevitável dentro do contexto globalização. São estes blocos que irão proporcionar uma redução considerável em taxas alfandegárias, por exemplo. Ainda serão os blocos que farão um movimento de abertura  econômica e melhor circulação de mercadorias, promovendo a exportação e importação entre os países, melhorando assim, as suas economias.

27. abril 2015 por Geografia Legal
Categoria: Economia, Geografia | Tags: , |