O Desenvolvimento da Geografia Moderna

A geografia é uma ciência que ajuda a compreender melhor todos os fenômenos naturais, sociais e políticos que se desenvolvem no planeta. Ser geógrafo é ter habilidade com os conhecimentos com que esta ciência humana trabalha, e atuar de maneira dinâmica no entendimento de processos humanos – como o homem se organiza, como se dá o funcionamento dos elementos que estão na superfície terrestre, bem como estes estão inter-relacionados de maneira intrínseca.  Como a própria palavra sugere a geografia também estuda diretamente a descrição do planeta, ajudando a melhorar outros estudos que, por ventura, estão diretamente relacionados ao próprio desenvolvimento da humanidade.

 

A geografia, embora nãos seja uma ciência exata, possui uma diversidade de técnicas que corroboram com o fortalecimento de outros conhecimentos que ajudam diretamente no desenvolvimento humano, em especial o que se chama hoje de geografia moderna, cujas bases se fundamentaram ainda no final do século XIX, mas que teve sua consolidação no século XX. Foi o pensador alemão Humboldt que apresentou as bases que iriam fundamentar todo o pensamento moderno, em torno da geografia. Estas ficaram conhecidas como leis generalistas, que definiu a geografia como sendo uma área de conhecimento que abriga diversas outras áreas.

 

Tais leis implicaram em demonstrar que a geografia poderia ser dividida por áreas, dentro de uma mesma ciência: ela, portanto, se ocuparia de estudos espaciais, aspectos naturais, sistematização de mapeamentos. Tudo embasado em dados. Estas leis também passaram a envolver até mesmo métodos de estudos para um melhor aproveitamento dos estudos geográficos.

 

A partir de então, a formação de geógrafo, nas instituições de ensino passaram a ser mais intensas, as quais também promoveram o surgimento de diversas correntes ideológicas, dentro da própria ciência, a geografia. Surgiram, então, diferentes pontos de vista, que fundamentaram o desenvolvimento de uma diversidade de estudos em torno de temas que, até então, não eram explorados. Foi o grande impulso para o desenvolvimento de áreas que viriam a ser de suma importância para o século XX e início do XXI – as bases da Revolução Tecnológica, por exemplo.

 

Daí para frente, a geografia evolui de forma considerável e rápida. Como a disciplina recebeu uma grande demanda de conceituações e métodos, ela agregou formas de análises distintas, que passaram a estabelecer relações diretas com o ser humano.

 

Portanto, hoje, o que se chama de geografia moderna está dividida nas seguintes áreas de estudo: geografia de percepção, voltada para o indivíduo; geografia radical, centrada nos movimentos e processos sociais; e na geografia de gênero, que se aplica diretamente à análise de campo.

22. abril 2015 por Geografia Legal
Categoria: Geografia | Tags: , , |