Da Aldeia à Cidade

Vê-se na história que a produção de peças de metal constituiu um forte impulso para o comércio. Com o passar do tempo, o processo aumentou a riqueza de algumas aldeias, que foram crescendo vertiginosamente para a época, e que se transformaram em cidades e potenciais pontos de comércio.

 

O aparecimento das cidades se deu durante a chamada Idade dos Metais, isto foi cerca de 7 mil anos, quando os seres humanos começaram a produzir objetos de metal. Em razão da grande importância d desenvolvimento da metalurgia, os historiadores denominam também o período o sendo o último da Pré-História.

 

Foi durante a Idade dos Metais, que muitos povoados se transformaram em cidades. A maior parte delas era pequena, no entanto, algumas chegaram a ter milhares de habitantes na época. O interessante é que as cidades, muitas vezes, passaram a ser cercadas por muralhas, uma vez que já era comum à época  que moradores de outras aldeias lutassem pela posse de novas  terras.

 

A moradia da maioria dos habitantes era pequena, em formato retangular ou redondo. Todas eram construídas com adobe – um tipo de tijolo que era produzido com argila e palha. Por sua vez, havia já à época um contraste muito grande em relação às casas dos poderosos, que já eram grandes, feitas em pedras e denotavam muito conforto.

 

Com essa nova forma de vida, houve também uma grande divisão no trabalho. Grande parte da população continuou trabalhando no campo, enquanto outra parte passou a se dedicar ao artesanato e ao comércio.

 

Mas não foi somente isso. Surgiram também novas funções – sacerdotes especializados em realizar ritos de passagens, serem responsáveis por guardar o conhecimento, guerreiros, cujas tarefas eram proteger as cidades e as aldeias, além de lutar com outros povos. Há ainda também o surgimento e intensificação das diferenças sociais. Foi nesse período em que as cidades passaram a ser governadas por um rei. As pessoas mais ricas, os sacerdotes, e os guerreiros adquiriram cargos e privilégios. Em contraste, os artesãos e camponeses, viviam em grande parte na maior pobreza.

 

Durante  a Idade dos Metais, o mais interessante é que  o desenvolvimentos se deu em várias regiões do planeta, mas de forma muito diferente. O uso do metal e a invenção da escrita deram origem a sociedades mais complexas, que aproveitaram o conhecimento para aperfeiçoar seus instrumentos agrícolas e de guerra. De acordo com os cientistas, as sociedades mais antigas estariam localizadas no Oriente Médio, na região do Crescente Fértil.

16. abril 2015 por Geografia Legal
Categoria: História | Tags: , , |