As Estações do Ano

É importante entender porque o planeta Terra não possui uma dinâmica climática, homogênea. Isto se dá por conta de um assunto que muito se estuda na geografia: o movimento de rotação e translação. Estas são explicadas pelas existências das diferentes estações do ano, que ocorrem principalmente por causa da existência desse movimento de translação e, também por causa da inclinação do eixo de rotação terrestre, que se encontra 23,5º inclinado em relação ao seu plano orbital.

 

O movimento de translação é o que a Terra realiza em torno do Sol. Ele está diretamente associado à inclinação do eixo de rotação do planeta, o que vai levar a ocorrência das estações do ano. E é justamente a dinâmica de girar em tono do próprio eixo, e ao mesmo tempo, em torno do sol, que produz as diferenças climáticas em diferentes regiões, ao mesmo tempo. Quanto mais próximo ao sol, mais calor e, portanto, verão. Quanto mais distante do sol, mais frio, portanto inverno. Vae ainda lembrar que as regiões mais geladas estão mais distantes do sol, e recebem pouca luz sol. Nem por essa razão deixam de ter verão ou primavera. Apenas as características ficam menos acentuadas.

 

As estações do ano podem ser consideradas uma divisão dentro deste movimento da Terra, recente. Em regiões mais próximas à Linha do Equador, por exemplo, o mais comum é que se perceba, geralmente, apenas duas grandes estações, uma mais seca e outra mais chuvosa. Elas estão divididas em: primavera e verão (estações mais quentes) e outono e inverno (estações mais frias). A criação e / ou estabelecimento das estações do ano estão ligadas a dois outros fenômenos que ocorrem por conta ainda do movimento de rotação e translação: o equinócio e o solstício.

 

O equinócio significa “noites iguais”,  ou seja, nesse período de equinócio as noites e os dias possuem a mesma durabilidade. Já o solstício, é o momento em que o Sol, durante seu movimento aparente na esfera celeste, atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do equador. Os solstícios ocorrem duas vezes por ano: em dezembro e em junho. O solstício, diferente do equinócio, tem os dias muito mais longos do que as noites.

 

São os solstício e o equinócio que marcam a chagada de uma nova estação do ano. O equinócio acontece sempre na chagada da primavera e do outono. Já o solstício no inverno e no verão.

 

Vale lembrar que as estações do ano estão diretamente ligadas ao desenvolvimento humano.

16. abril 2015 por Geografia Legal
Categoria: Clima, Geografia | Tags: , , , , , , |