A Guerra Fria, O Período Conhecido Como Meio Século de Rivalidades

Ao final da Segunda Guerra Mundial houve o início da chamada Guerra Fria, este período que marcou de forma significativa relações internacionais a partir da segunda metade do século 20 e também significou a bipolarização de todo o mundo, este que era dividido entre dois países, que saíram do conflito como grandes potências, a União Soviética (comunismo) e os Estados Unidos (capitalismo).

Foi no ano de 1947 que os Estados Unidos acabaram aprovando o Plano Marshall com um objetivo de prestar uma ajuda de ordem econômica a países da Europa Ocidental e aprofundar a influência na região, criando blocos de nações determinadas a seu favor.

Todos os soviéticos acabaram reagindo com uma criação de um plano de ajuda de ordem econômica aos blocos de países do Leste europeu, onde os partidos comunistas ficaram em sua orientação. Os Estados Unidos patrocinaram a criação de toda a organização do Tratado do Atlântico Norte a OTAN no ano de 1949 e a URSS respondeu isto com o chamado Pacto de Varsóvia no ano de 1955.

A Guerra da Coréia e a Revolução Cubana

Ao passar de toda a década de 1950 veio a polarização que aumentou resultando assim em grandes conflitos armados na Coréia que acabou dividindo o país em dois a Coréia do Sul que seria capitalista e a Coréia do Norte que seria comunista. Em contrapartida alguns países europeus rejeitaram a condição de satélites dos Estados Unidos.

A URSS rompeu totalmente as relações com a China, e começou a se ver em má situação com contestações da Iugoslávia e da Hungria.

Cuba também passou por uma revolução e ficou aproximada de forma gradativa a União Soviética, poucos anos depois os Estados Unidos realizou a invasão da ilha por grupos de exilados cubanos que foram derrotados na chamada Baía dos Porcos. Cuba então aderiu de forma oficial ao comunismo, para evitar que a América Latina pudesse seguir um mesmo rumo, já os Estados Unidos interferiram de forma direta na política interna de vários países continentais, o que favoreceu significativamente as ditaduras militares de direita como por exemplo no Brasil e na Argentina.

15. abril 2015 por Geografia Legal
Categoria: História, Internacional | Tags: , , |